Cláudio Gomes, o CARA da fotografia, esteve na Expoideia, em Recife. Cliquou e mandou essas idéias pra gente

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Grupo Semente de Vulcão: uma releitura regional de Secos e Molhados

Clayton Barros, ex Cordel do Fogo Encantado: ele tá na ativa
Davi Teixeira, cordelista e bonequeiro: tá em todas e não passa despercebido

Régis Rossi: não é ele, ma é mesmo que ser ele...

Um presente pra nós: novo livro da poetisa Beatriz Passos

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Nuances D'alma é um livro em prosa e verso, onde a autora dá ênfase ao mais profundo sentimento de nossa alma: a SAUDADE.
Revela ainda, a crença e a fé imensurável da autora em Deus, destacando também os laços familiares que permeiam sua obra.

Nascida em 17/05/1932, em São José do Egito, sertão do Pajeú – PE, Beatriz Passos é Filha de Valdevino Batista dos Passos e Severina Gomes dos Passos. É Mãe de nove filhos.

Sempre amou a poesia desde criança, quando ouvia os versos de Antônio Marinho, Cancão, Manoel Xudu, Jó Patriota, entre tantos outros vates, ícones da cultura dessa terra.

Professora graduada em letras pela Autarquia do Ensino Superior de Arcoverde (AESA) lecionou em São José do Egito durante vinte e oito anos, onde se aposentou.

É autora do livro Nos Passos da Poesia, (Recife, Ed. do autor, 1999).

Reside atualmente em sua cidade natal, onde continua respirando poesia.

Colaboração de Marcos Passos, o filho corujinha. Com toda razão, é claro!

Dedé, falando por todos

sábado, 20 de novembro de 2010

A quem faz esse Instituto
O Pajeú agradece
Pelo destaque impoluto
Que a poesia merece!
Parabéns ao "time" forte
Que este ano deu o norte
E ainda se compromete,
Pela grandeza de Olinda,
Que será maior ainda
A FLIPORTO núm'ro sete!

Dedé Monteiro

É nós de novo!

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Pessoal, a arte aí embaixo não é nossa. É o cartão oficial de agradecimento da Fliporto. Ou seja, dentre tantas imagens e lembranças, nosso As quatro velas mereceu destaque junto à coordenação do evento. É pra não parar de comemorar nunca. Salve, poesia!

Oh nós na Fliporto

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Somos eu, Dedé Monteiro, Petrônio Pires e Cláudio Gomes. Faltam na foto Edierck José, que estava corujando a neta, Alexandre Félix e Katarina, que estavam participando de um curso tambem dentro da programação da Fliporto. É a equipe As quatro velas, vencedora do 4° Prêmio Internacional Poesia ao Vídeo. Mais tarde lanço foto da cerimôniade premiação.
VALEU, POETA!!!!

Festa de Nossa Senhora das Graças - Padroeira do Povoado da Varzinha em Afogados da Ingazeira

sábado, 13 de novembro de 2010

Dia 24/11 - Leilão
Dia 25/11 - Seresta com Deda de Corina
Dia 26/11 - Forró com Lindomar e Quarteto Forrozado
Dia 27/11 - Forró com Os Manos do Forró e Banda Telengo Tengo

Todos os dias haverá programação litúrgica e atrações culturais locais.

Informações: (87) 9904.8578 (Maria Menezes) ou 9609.7424 (Wagno Vitor) Padrinhos da festa.

Oh nós de novo na Revista Cidades

Mais 2 boas notícias

Antes mesmo de recebermos o Prêmio Poesia ao Vídeo já estamos comemorando outras duas classificações. São dois projetos habilitados em editais nacionais em prol da cultura:

1º) Projeto 4º Pajeú em Poesia (edição 2011) - Programa BNB de Cultura;
2º) Projeto Cordel e Repente: na caneta ou na viola, a gente faz escola - Programa Mais Cultura de Literatura de Cordel / Patativa do Assaré (Ministério da Cultura)

Pra acompanhar acessem:

http://www.bnb.gov.br/content/aplicacao/Eventos/programabnb_decultura/gerados/downloads.asp

http://www.cultura.gov.br/site/2010/06/08/premio-mais-cultura-de-literatura-de-cordel-2010-edicao-patativa-do-assare/

E viva nós!

Ademar Rafael, em clima de Pajeú em Poesia, mandou estes versos pra gente

Ano 3 - 2010
Para uma vida tocada com soneto, verso e prosa
Convoque Vinícius, Neruda e Camões,
Se a vida for feita de veredas e de sertões
Invoque João Guimarães Rosa.
Só o poeta com uma mente primorosa
Escreve algo como "Coco Verde e Melancia"
O contexto cultural é a fotografia
Que a arte do poeta bota a moldura
A orquestra da vida é a cultura
E o poeta e seu mestre de harmonia.

Imagine Tabira sem Dedé
Caruaru sem a festa de São João
Uma copa sem nossa seleção,
As montanhas de Minas sem café.
Nosso bi sem Garrinha e sem Pelé.
O sertão sem forró e cantoria
Carnaval sem desfile e alegria
Uma feira sem farinha e rapadura
A orquestra da vida é a cultura
E o poeta e seu mestre de harmonia.
 
*
 
Ano 2 - 2009

Quem já foi no São João de Jequié
Quem brincou em Olinda o carnaval
Quem já foi num grande festival
De viola em Monteiro ou São José
Quem ouviu Patativa do Assaré
Descrever sua terra, sua gente
Com certeza é alguém que veemente
Publica como sendo uma VERDADE:
Onde houver paz, amor e liberdade
Pode olhar que a cultura está presente.


*

Ano 1 - 2008

Tem a China história milenar,
Fé do povo indiano é sem igual
Com o fado é que canta Portugal
Argentina tem o tango pra mostrar
Aqui temos Rachel e Alencar,
Jorge Amado que sofreu com a ditadura
Só não pdoe ter veto, ter censura
Como tem lá em Serra Leoa
A navalha do tempo não perdoa
Os sem fé, sem história e sem cultura.

Gestão de Resultados

Em uma cidade do interior, viviam duas mulheres que tinham o mesmo nome: Flávia. Uma era Freira e a outra Taxista. Quis o destino, que morressem no mesmo dia. Quando chegaram ao céu, São Pedro as esperava:

- O teu nome?
- Flávia
- A freira?
- Não, a taxista.

São Pedro consulta as suas notas e diz:

- Bem, ganhastes o paraíso. Leva esta túnica com "fios de ouro". Pode entrar.

A seguir...

- O teu nome?
- Flávia
- A freira?
- Sim, eu mesma.
- Bem, ganhastes o paraíso. Leva esta túnica de "linho".  Pode entrar.

A religiosa diz:

- Desculpe, mas deve haver algum engano. Eu sou Flávia, a freira!
- Sim, minha filha, e ganhastes o paraíso. Leva esta túnica de linho...
- Não pode ser! Eu conheço a outra, Senhor. Era taxista, vivia na minha cidade e era um desastre! Subia as calçadas, batia com o carro todos os dias, conduzia pessimamente e assustava as pessoas. Nunca mudou, apesar das multas e repreensões policiais. E quanto a mim, passei 65 anos pregando todos os domingos na paróquia. Como é que ela recebe a túnica com fios de ouro e eu esta?
- Não há nenhum engano - diz São Pedro.  É que, aqui no céu, adotamos uma gestão mais profissional do que a de vocês lá na Terra...
- Não entendo!
- Eu explico: Já ouviu falar de GESTÃO DE RESULTADOS? Agora nos orientamos por objetivos, e observamos que nos últimos anos cada vez que tu pregavas, as pessoas ao ouví-la, dormiam. E cada vez que ela conduzia o táxi, as pessoas rezavam!!!

Resultado é o que importa!!!

Colaboração: Ana Lúcia Oliveira

COMEÇOU A FLIPORTO

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Confira a programação em www.fliporto.net

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552