Crônica

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014


Imagem copiada de http://seguindoocoracao.blogspot.com.br/2011/02/capitulo-5-bem-aventurados-os-aflitos_10.html


Gastão

   O comercial da TV nem terminou e Gastão já tava destravando o celular. Memorizou o número da pseudo promoção e, não deu outra, efetuou mais uma compra de um produto que não lhe faria falta alguma se não existisse.
   Atitude corriqueira, a de Gastão. Era assim sempre, há anos. Era roupa, era tênis, eram eletrônicos e eram bugigangas de todas as espécies e origens.

Gastão é a cara do homem moderno consumista. Não perde pra ninguém em exibicionismo de bens. O carro? É um esportivo do ano. Aliás, tem moto também. E tem um jipe trilheiro também. O relógio? São os relógios, todos com selos aparentes de grandes marcas. Os perfumes? Também são muitos, tipo um pra cada ocasião. E o celular de Gastão? Nunca passou quatro meses com um. É sempre trocando e alisando o dedo na tela até chegar-lhe a certeza que todos já perceberam a nova aquisição.
      Mas Gastão é a cara do homem moderno consumista. O carro não passa mais de um mês com seguro porque ele não paga a fartura e o serviço é cancelado. Tem conta em todos os postos de combustível da cidade. Todas altas e atrasadas. Os cartões de crédito também não o suportam mais. Nas lojas ele já compra em nome de outras pessoas porque seu crédito já passou do teto há muito. As contas bancárias parecem um sinal de trânsito quebrado na cor de pare.
      Só que Gastão é a cara do homem moderno consumista. Ele não perde a banca. E tem sempre um jeitinho para se dar bem. Ao modo dele, é claro.
     E lá vai Gastão, comprando a comprando e comprando. E não pagando, não pagando, não pagando. Ninguém mais lhe conhece pelo nome, pela família ou pelo trabalho, como é comum em cidades do interior. Conhecem como o cara boa pinta, mas sem confiança. Perdeu todos os créditos morais e financeiros.
Mas não tá nem aí. Ele quer é mais. Como gasta e se desgasta, esse Gastão.

< Alexandre Morais >

Centenário de Louro do Pajeú

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Maravilha de programação. Imperdível.

Espaço João Macambira

Dia 02 de janeiro (sexta)
10h às 12h – Oficina de pífanos, por João do Pife e Marcos do Pífano
14h às 16h – Atividade infantil – decoração do espaço João Macambira
16h30 às 17h30 – Show infantil: Cordelândia
19h – Abertura da exposição: Lourival Batista – 100 anos de Poesia

Dia 03 de janeiro (sábado)
15h às 17h – A arte e a educação, por Saulo Gomes e Haideé Camelo

Dia 04 de janeiro (domingo)
15 às 17h  – A revelação da oralidade, por Chico Pedrosa e Dedé Monteiro

Dia 05 de janeiro (segunda)
15 às 17h  – O legado de Louro, por Ésio Rafael, Pedro Américo e Raimundo Branco

Bodega Job Patriota

Dia 03 de janeiro (sábado)
18h às 20h30
– Cantoria: Lázaro Pessoa e Arnaldo Pessoa
– Recital: Felipe Júnior e Vinícius Gregório
– Lançamento dos livros: São José do Egito ou o Reino dos cantadores, etc, coisa e tal, de José Rabelo e Pífanos do Agreste, da Página 21
– Recital e Canto: Luciana Rabelo

Dia 04 de janeiro (domingo)
17h30 às 19h30
– Recital: Nõe de Job
– Lançamento de livro O Sertão onde eu vivi, de Zelito Nunes
– Cantoria: Mocinha de Passira e Louro Branco em Homenagem a João Furiba
– Mambembe

Dia 05 de janeiro (segunda)
18h às 20h30
– Recital: Graça Nascimento e Cida Pedrosa
– Lançamento dos livros: Linguaraz, Viagem de Joseph Língua e Ficção em Pernambuco, de Pedro Américo
– Vozes e Versos

Dia 06 de janeiro (terça)
12h  – Confraternização: Baião de Dois
14h às 18h
– Cantorias: Geraldo Amâncio e Sebastião da Silva, Zé Cardoso e Severino Feitosa, Valdir Teles e Diomedes Mariano
– Lançamento do livro: Mosaico de Reflexões, de Gustavo Ferrer
– Mesa de Glosa em homenagem a João Paraibano
– Microfone aberto: espaço livre para criação
– Cordas em Retalhos
– As Severinas

Palco Zá Marinho

Dia 02 de janeiro (sexta)
20h às 2h
– Abertura Oficial
– Valdir Teles e Diomedes Mariano
– Pré-lançamento do DVD Canção do Tempo, do Em Canto e Poesia
– Instrumental: Vinícius Sarmento, Nuca Sarmento, Greg Marinho, Miguel Marinho, Fred Didier, Guilherme Eira e Luizinho Sanfoneiro
– Sexteto de Três
– Expresso Pau de Arara

Dia 03 de janeiro (sábado)
21h às 2h
– Tonfil
– João do Pife, Marcos do Pífano e Banda Pifônica de Carnaíba, regência de Cacá Malaquias
– Maciel Melo e Xangai

Dia 04 de janeiro (domingo)
21h às 2h
– Bráulio Tavares
– Bia Marinho
– Vital Farias
– Vates e Violas (Homenagem a Zé de Cazuza)

Dia 05 de janeiro (segunda)
21h30 às 2h
– Recital 8 ou 80: Letícia Moraes e Chico Pedrosa
– Ednardo
– Em Canto e Poesia

Praça Seresteiro João Pequeno

Dia 02 de janeiro (sexta)
17h30 – Abertura da exposição Pajeú Fotográfico – por Abel Taiguara, Diandra Rosenberg, Erlah Moura e Mariana Pinheiro – Instituto Lourival Batista

Dia 06 de janeiro (terça)
3h30  – Vigília poética

Matriz de São José

Dia 04 de janeiro (domingo)
19h30 – Missa do Cantador, celebrada por Pe. Luisinho
Na Rua Domingos Siqueira há um ponto de coleta para doação de alimentos não perecíveis e de higiene pessoal para o Lar da Divina Misericórdia (Lar dos Idosos) de São José do Egito.

7º Pajeú em Poesia - Falta só mais um pouco

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014


Pajeú em Poesia, chegou a hora!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014


Chegou a hora! Olha as novidades!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552