Terceiro Ato – O Fato

sábado, 15 de agosto de 2009

Conta-se que um apaixonado resolveu exaltar seus sentimentos em horário e local inapropriados. Valendo-se da voz, de um violão e, naturalmente, dos impulsos amorosos foi denunciado como perturbador da ordem e do sossego. Pelas mãos da polícia foi levado à delegacia, de onde teve que sair sem levar o companheiro violão. O instrumento virou peça de processo.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552