Vai poeta! Vai como um passarinho

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Itapetim perdeu de vista hoje o poeta Zezo Correia. Mas como poeta sai da vista, mas não sai da vida, ficam versos como estes deixados por ele. Versos de quem sabia ver e dizer o que viu... de quem viveu e partiu como um passarinho: botando beleza na oportunidade de viver.

A vida de um passarinho
----------------------------
Canta a cauã com agouro
Em cima de uma aroeira
No ninho da quixabeira
Canta a casaca-de-couro
Eu admiro é um louro
Lá no oco apertadinho
Dentro criar um filhinho
Com tanta satisfação
Causando admiração
A vida de um passarinho
------------------------------
Vê-se um maracanã
Rasgando espiga de milho
Pra dar comer a seu filho
Todo dia de manhã
Também vejo a ribaçã
Pôr pelo chão sem ter ninho
Deixar o ovo sozinho
Depois tirar sem gorar
Isso faz admirar
A vida de um passarinho.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552