Miguel Arraes, uma vida sem fim

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Lembra do cordel biográfico sobre Miguel Arraes que eu falei aqui outro dia? Nasceu! Tá lá nas prateleiras da Bienal do Livro, no Centro de Convenções. Pia aonde: na VII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco... O danando ganhou até uma apresentação do jornalista Ivan Maurício, fundador do PSB em Pernambuco e amigo pessoal do biografado. Pra mim esse cordel já foi longe demais, mas se tu comprar, ler e gostar vai ser melhor ainda. Vê se a apresentação num é pra deixar um cabra feito eu mais besta do que sou:

Com a curiosidade de repórter que nunca deixei de ser, certa ocasião procurei o educador Paulo Freire para lhe fazer uma pergunta:

- Como educador, qual o melhor método que o senhor indica para se

memorizar um assunto?

Paulo Freire – que participou do Movimento de Cultura Popular (MCP) no governo Arraes com seu revolucionário método de alfabetização – respondeu de pronto:

- Em versos rimados, de preferência cantando.

Para retratar a vida de Miguel Arraes – governador de Pernambuco por três vezes – nada melhor do que escrever sua biografia, assim como fez o jornalista e produtor cultural de Afogados da Ingazeira, Alexandre Morais, nos versos da Literatura de Cordel – a literatura popular, fonte de inspiração de tantos poetas e violeiros.

A Editora Coqueiro, ao lançar “Miguel Arraes – uma vida sem fim”, segue a orientação do mestre Paulo Freire e conta a história desse grande brasileiro que deve ficar para sempre na memória do nosso povo.

Em versos rimados, de preferência cantando.

Ivan Maurício
Jornalista e fundador da Editora Coqueiro

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552