O verso de Verônica Sobral

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Um pedinte, sentado, com a mão

Estirada, pedindo caridade

É uma cena que mexe, na verdade

Com o homem que tem bom coração.

Vendo a fome no olho do cristão

Se comove, pedindo ao Criador

Que transforme essa fome e essa dor

Numa forma de vida mais correta

Quem oferta uma flor não se liberta

Do perfume da rosa que ofertou.

1 comentários:

Lindinalva disse...

Pena que poucos homens encaram essa sena como sendo triste,pois poucos ou quase nada tem bom coração...hje,prevalece sempre o EU...e ai, tdo fica ao relento,e o pobre é quem realmente sofre nesse mundo desumano e egocêntrico... valeu,Alexandre!!!!Lindinalva

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552