Quem oferta uma flor...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Recebi o mote abaixo de Verônica Sobral, que disse que surgiu de Clécio Ferreira e que passou por Dedé Monteiro pra dar uma desepenada. Resolvi me meter no meio dessas feras e fiz o verso aí de baixo. Mais embaixo ainda tem outros de outros.
-

Nossos sonhos no cerne são gerados

Ganham forças de acordo c’a vontade

Cada ser sonhando felicidade

Arma planos para os sonhos sonhados

Quando são os sonhos compartilhados

Vão além das entranhas que os gerou

Dividir um sonho, pra quem sonhou

É presente com recompensa certa

Quem oferta uma flor não se liberta
Do perfume da rosa que ofertou

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552