sábado, 19 de junho de 2010

Hoje tive com o professor e poeta Genildo Santana, em seu programa Cidade Cultural, na Rádio Cidade, em Tabira - PE. Devolvendo a visita, trago ele aqui pro blog transcrevendo uma de suas genialidades:

Poeta
Desde quando nasci fui maltratado
Eis porque os meus lábios são tristonhos
Meu presente é cruel e meu passado
Foi passado em momentos tão medonhos
.
Por amores que eu tive fui pisado
Sem direito a usufruir dos sonhos
É destino? Eu fui predestinado
A não ter nem mostrar lábios risonhos?
.
Minha vida é de tal desaventura
Que se me aproxima uma criatura
Logo foge... e a solidão completa
.
Vem dizer que sofri, que sofrerei
Mas, um dia, distante, alguém amei
Eis a causa porque me fiz poeta

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552