Como diria Luiz do Crediário: VALEU, POETA!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

A Câmara que economizou R$ 1 milhão

Publicado em 16.01.2010 Pedro Romero promero@jc.com.br

Após desgaste na imagem com escândalos nos anos anteriores, a Câmara de Caruaru impôs uma política de austeridade em 2009 e já teve lucro CARUARU – A principal discussão das últimas sessões da Câmara de Vereadores desta cidade do Agreste, antes do recesso, foi de como a prefeitura pode utilizar cerca de R$ 1 milhão que foi economizado pelo Legislativo em 2009. Bem diferente dos últimos anos, quando os vereadores caruaruenses tentavam explicar escândalos e denúncias de improbidade administrativa.
Parte dessa mudança se deve ao trabalho do vereador, poeta e repentista Rogério Meneses (PT), que como presidente da Casa, desde o início de 2009, vem se destacando pela moralidade, pelos debates e pela valorização da participação popular. O primeiro vereador eleito pelo PT em Caruaru assumiu a presidência da Câmara depois de o Legislativo ter passado pelos piores momento de sua história.
Em novembro de 2007, o então presidente da Câmara, Manoel Teixeira (PSDC) – Neguinho Teixeira – e mais dois vereadores brasileiros – um de Matosinhos (MG) e outro de São Francisco do Sul (SC) – ganharam notoriedade ao serem flagrado pelo Jornal Nacional, da Rede Globo, em uma viagem a Buenos Aires, capital da Argentina. Segundo a reportagem da TV, com o pretexto de participar de um congresso, o trio fez um passeio turístico com dinheiro público. O caso rendeu um processo na Comissão de Ética da Câmara.
Manoel Teixeira – que depois assumiu a prefeitura, com a renúncia do então prefeito Tony Gel (DEM) para disputar mandato de vereador – escapou da cassação, mas se viu obrigado a devolver a quantia usada na viagem. Outro vereador de Caruaru, Louro do Juá (DEM), foi acusado de se apropriar da ambulância de uma associação de moradores. Ele também não recebeu nenhuma punição, mas não foi reeleito em 2008.
Uma das primeiras medidas tomadas por Rogério Meneses para tentar mudar a imagem da Câmara foi acabar com a polêmica verba indenizatória, que sempre deixava margem para o uso indevido do dinheiro púbico. Ele também implantou o Portal da Transparência, onde estão disponibilizados os gastos do Legislativo.
A austeridade com o uso do dinheiro público passou por medidas como a implantação do Sistema de Controle Interno, o controle de material de escritório, de xerox e a realização de relatórios de viagens dos motoristas. O esforço resultou em uma economia de quase R$ 1 milhão durante o ano de 2009. “Economizar e ter zelo pelo dinheiro público é obrigação dos gestores. Esse dinheiro volta para a prefeitura e vai se transformar em obras para a população”, disse Rogério Meneses.
Ele destaca que a economia aconteceu sem prejuízo para a modernização da Câmara e cita como exemplos a aquisição de um automóvel, 20 computadores, cinco impressoras e outros equipamentos.
O primeiro ano do petista na presidência também foi marcado pela realização de inúmeros debates e sete audiências públicas sobre temas importantes para a cidade. A inovação esteve presente ainda em eventos como o aniversário da Câmara e do município, marcados pela participação de artistas e valorização da cultura popular. As iniciativas levaram de volta o povo ao Legislativo municipal. “A Casa passou a ser mais democrática. Acho que a imagem da Câmara já é outra”, afirma Rogério Meneses.

O Rio eu não sei, mas Bonito continua lindo

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Depois de alguns anos voltei a Bonito, no agreste pernambucano. Tá tudo mais bonito ainda. Só a paisagem na Estrada das Cachoeiras já vale a pena.
E as cachoeiras pessoalmente, então!?
Poeta, é muita natureza! Uma beleza e uma riqueza que o povo de lá nem dá conta.
Oh o roteiro: acampamento, piscina, riacho, cachoeira, trilha, rapel, tirolesa e arvorismo. Vá do jeito que eu fui com uma turma como essa daí de baixo e depois me diga se num presta.
Pra conhecer e pra se instalar recomendo: http://www.bonitoecoparque.com.br/





terça-feira, 19 de janeiro de 2010


Quem oferta uma flor...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Recebi o mote abaixo de Verônica Sobral, que disse que surgiu de Clécio Ferreira e que passou por Dedé Monteiro pra dar uma desepenada. Resolvi me meter no meio dessas feras e fiz o verso aí de baixo. Mais embaixo ainda tem outros de outros.
-

Nossos sonhos no cerne são gerados

Ganham forças de acordo c’a vontade

Cada ser sonhando felicidade

Arma planos para os sonhos sonhados

Quando são os sonhos compartilhados

Vão além das entranhas que os gerou

Dividir um sonho, pra quem sonhou

É presente com recompensa certa

Quem oferta uma flor não se liberta
Do perfume da rosa que ofertou

O verso de João Alderney

“Somos eternamente responsáveis


por todos aqueles que cativamos!”


Do Pequeno Príncipe, nós amamos


os ensinamentos puros, notáveis!


Pensemos neles, serão aplicáveis!


Ao estender a mão você cativou!


Quem se omite não cria laços ou,


de coração brando e a mente aberta,


quem oferta uma flor não se liberta

do perfume da rosa que ofertou!

O verso de Verônica Sobral

Um pedinte, sentado, com a mão

Estirada, pedindo caridade

É uma cena que mexe, na verdade

Com o homem que tem bom coração.

Vendo a fome no olho do cristão

Se comove, pedindo ao Criador

Que transforme essa fome e essa dor

Numa forma de vida mais correta

Quem oferta uma flor não se liberta

Do perfume da rosa que ofertou.

O verso de Clécio Ferreira

Nunca hesite em doar felicidade

Não maltrate ou despreze o semelhante

Pois Deus Pai nos criou em seu semblante

Pra mantermos na alma a caridade

Seja contra qualquer iniqüidade

Aconselhe a quem nunca se doou

Mate as mágoas de tudo que passou

Deixe a porta do peito sempre aberta!

Quem oferta uma flor não se liberta

Do perfume da rosa que ofertou




www.olinda.pe.gov.br

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010


quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Serviço
Evento: 1ª Roda de Choro de 2010
Local: Beto´s Bar e Restaurante - Triunfo - PE
Dia: domingo, 24/01/10
Horário: 13h
Realização: Amigos do Blog BOOM, TRIUNFO, BOOM!
Apoio: Beto´s Bar e Restaurante

terça-feira, 5 de janeiro de 2010


Sensibilidade auditiva masculina

Recebi do amigo Newton César, gente alto astral. Diz que a idéia aí de baixo é de Carlos Drummond de Andrade, mas se tivesse dito que era autoria própria, eu não duvidaria. Quem conhece o cara sabe que não é exagero meu.
-
Muitas vezes se ouve dizer que as mulheres falam demais...
-
Mas não tem problema. Porque o ouvido masculino (seletivo) escuta somente o que interessa...
-
Preste atenção!
-
O que a mulher diz: - Esse lugar está uma bagunça, amor! Você e eu precisamos limpar isto. Suas coisas estão jogadas no chão e você vai ficar sem roupas pra usar se não lavá-las agora mesmo.
-
O que o homem escuta:
-
Blah, blah, blah, blah, AMOR,

blah, blah, blah, blah, VOCÊ E EU,

blah, blah, blah, blah, NO CHÃO,

blah, blah, blah, blah, SEM ROUPAS,

blah, blah, blah, blah, AGORA MESMO.

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552