O verso de Ademar Rafael para A mão de Dedé Monteiro

domingo, 22 de maio de 2011

         Na mão de Dedé Monteiro
         Já passou foice e enxada
         Com esta mão calejada
         Fez ele "O Velho Imbuzeiro",
         "A tampa do tabaqueiro",
         "Tupã, amigo leal",
         Fez "Soneto de Natal",
         "Rio Valente" e "Teté",
         "Mocó, preá, punaré"
         "Um Zé Santo e genial".

Valeu, poeta! Coisa de quem conhece Dedé. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552