A Reforma Ortográfica

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Poema de Walter Jorge de Freitas, enviado por Aristeu Bezerra

Gramáticos desocupados
em bela tarde de orgia
decidiram reformar
a nossa ortografia

A primeira mexidinha
foi no nosso alfabeto
que ganhou mais três letrinhas
para ficar mais completo

Numa decisão extrema
movidos pela preguiça
eliminaram o trema
de frequência e linguiça

Quem gosta de escrever certo
deve ficar bem ate nto
pois os ditongos abertos
não recebem mais acento

Para se ter uma ideia
vou dar exemplos bem joia
não levam acento assembleia
heroico, apoio e jiboia

Para fundir mais a cuca
dos chegados à leitura
assim se escreve baiuca
bocaiuva e feiura

Fizeram coisas sem nexo
capazes de dar enjoo
não cabe mais circunflexo
em veem, creem e voo

Não sei se foi o Brasil
Timor Leste ou Portugal
que de pronto aboliu
o acento diferencial

Para, pelo, pela e polo
estão todos numa boa
jogando no mesmo time
de pera, bolo e coa

Não tendo o que mais mudar
pra que tudo se apazigue
tiraram o acento do u
de argui e averigue

Cascavilhando nas regras
desse idioma prolixo
mudaram o uso do hífen
nas palavras com prefixos

De regras bem complicadas
o hífen me deixou louco
se eu não sabia nada
agora é que sei pouco.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552