terça-feira, 23 de agosto de 2011

Edierck José

* * *

Mês de agosto, à tardinha, dia vinte,
Numa esquina qualquer do Pajeú,
Vi num jarro um mirim mandacaru
Com espinhos aos mil fazendo acinte.
Além dele, inda vi mais o seguinte:
Um quipá pequenino e um alastrado.
Meu rincão só não foi bem retratado
Porque coisa que é falsa é incompleta.
No terraço da casa do poeta
Divisei meu Sertão falsificado.

Dedé Monteiro

* * *
A pintura é uma poesia que se vê e não se sente. A poesia é uma pintura que se sente e não se vê.

Leonardo Da Vinci

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552