Vestibular de Engenharia

sexta-feira, 23 de setembro de 2011


Por Efigênio Moura (contato@efigeniomoura.com.br)

Walter Neto, neto de Walter Farias, filho de Walter Junior, pai futuro de Walter Bisneto e quem sabe avô de mais um Walter, passou no vestibular. Vai fazer Engenharia.
Era o comentário em Monteiro. Da Avenida Recife a Rua Olímpio Gomes.
Na Rua do Arame, lá no São Vicente, se bandeando pro Parque de Vaquejada, o assunto crescia à medida que Jordana, apoiada em sua janela conversava e ampliava o feito para Valdomira, essa encostada na parede mal pintada da casa de nº 9:
- O qui os povo fala é do neto de Váti Faria. O Fí de Júnin...
- Fala o quê Jordana ? Ele imbuchô quem ?
- Oxe! Imbunchô inda não. Ói, cumade Luzinete, quié da cuzinha de Seu Váti, contô qui o neto dele passô no vestibulá.
- Passô ?
- Foi.
- Sózin ?
- Nam, mulé! Cuma ruma de gente.
Silencio para observarem o menino de Valdomira jogar uma briba no esgoto... Valdomira retornou ao assunto:
- Deve de sê caro fazê faculdade, visse? Óvi dizê qui Rubelania tá cás mão na cabeça...Só véve peorcupada e rezano...
- Madalena, minha irmã tem 75 % dum tá de Fies. Num se aperta muito não...
- Grande coisa Jordana, a igreja dos crente tem muito mais qui isso e mermo assim nem ta peorcupada...
- Oxe, e o qui uma coisa tem a vê cá ôta ?
- Né tudo Fié ?
-  Vamo muda de assunto qui desse tu num intede não...Perai.
 Jordana esticou-se até o sofá e de lá pegou uma almofada vermelha e felpuda em formato de coração com o escudo do Campinense no meio, a colocou na janela se apoiou nela e liberou a voz:
- Teve uma briga da gota com Netin lá no mêi de Récife.
- E foi ?
- Foi.
- Só pruquê ele passô no vsetibulá? Ô povo invejoso...
- Foi purisso não mulé, foi outra coisa muito már pió.
- Vigiiiiii.
- Apôi ele ganhô de presente de Seu Valti , o avô qui nunca tumô uma, um terno Diagonal da Torre. Todo Branquin. Camisa branca cum quáto bolsin e carça branca...
- Devi de tê ficado um  pão!
- Apô o minino foi todo  de  branco, parecia inté uma vela , chegano lá na Pracinha do Diáro, né qui ele se abestaiô cum caba qui fazia as coisas desaparecê ? 
- Foi mermo?
- Ele lá, todo de branco, abestaiado cás coisa qui o homi fazia, de repente o homi espiô p’êle e diche mermo assim: “Voce rapaizin de branco vem cá”.  Varti Neto foi e quano chegô perto do homi ele danô uma tinta azul violeta in riba da rôpa do minino, qui ficô aguniado e nelvoso...
- Eita bixiga, do jeito qui  Junin num é  brabo, vai dá uma surra no minino...
- E apôi ? O disispero armentô quano o homi se afastô-se dele e ficou falano duma coisa qui ele num tava intendeno,  e passava a mão in riba da tinta, a roupa bem branquinha, cá mancha do tamain do mundo, todo mundo ispiano pra ele, ele si abofano, e chamava o homi,  e o homi nem chite!  E ele quereno ir simbora e num podia pro causa da mancha...
- Agonia da mulesta Jordana, conte logo tudo .
- Ai Netin falô, endureceno o talo, ispiano pro homi: “ Vô ligar pra Ti Veronilton...tu vai se lascá vendedô da mulesta...tu vai vê...
- E antão ?
- Mulé, parece qui foi o nome de Jesui qui o minino diche, acho qui o vendedô sabia da fama de brabo de Seu Veronilton e chegô perto de Netin e diche assim:  “ cum esse produto vou alimpá a rôpa desse elegante minino  que parece qui é fio de Paraibano”.E espaiô na merma rôpa, no locá da mancha um produto qui ninguém sabe o quié, o certo é qui ficou tudin branquin cuma tava antes, só mei muiado, már ficô limpim.... Varti Neto adispois se desinbestô no meio do mundo e nunca mais parô in roda de gente , mermo sendo na Pracinha do Diáro..
Silencio entre as duas. Agora observam displicentemente o menino de Valdomira acocorado, fazendo um açude com as mãos na tentativa de aparar qualquer agua que ouse por ali passar. Valdomira comentou:
- Só seio qui quano Ademilton Junior fô fazê a faculdade num vô deixa ele ir pra Récife não...
Dito isto, desceu a calçada e pegou o filho pela mão, rumou em direção a sua casa:
- Ramu simbora meu engenheirin. Bichin já sabe fazê açudim!

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552