Cordel do Fim do Mundo

segunda-feira, 28 de novembro de 2011


Eis mais um fruto de nossa Oficina de Literatra Natalina, realizada no início do mês, em Triunfo, por iniciativado Sesc. Poesia crítica-analítica para o nosso deleite


FIM DE MUNDO: VERDADE OU BOATO?

Mais um ano chega ao fim
E lá vem a mesma história
Dizendo tintim por tintim,
Desfiando a memória:
O mundo vai se acabar,
E é bom se preparar!
A comadre vai pra rua,
Compra vela e mais vela.
Por sua vez, também ela
Convence a comadre sua.

Desta vez é pra valer:
Os astros vão desabar,
Todo mundo vai morrer!
E se não acreditar?
Tá escrito no papel,
É um aviso do céu!
A Igreja é que anuncia
E até Nossa Senhora
Determina aquela hora
Pois vai ser muita agonia.

E agora, piorou!
Vai ser no ano que vem!
Muita coisa já passou,
Ainda tem um porém:
Grande homem vai morrer.
Isso dá pra convencer?
Quanta gente grande morre!
A profecia é famosa,
E a notícia pavorosa
De boca em boca percorre.

Mas em vez de assustar
Com um fim de mundo assim,
Devemos denunciar
O que está sendo tão ruim:
Devasta-se a natureza,
Exploram nossa riqueza,
Sem ninguém se importar.
Desse jeito, pode crer,
O fim pode acontecer
Quando a ambição reinar.

                              Ir. Mª Clarice Oliveira

2 comentários:

@Leozin909 disse...

vlw mesmo ae gente

Anônimo disse...

uau sssssssssssuuuuuuuuuuuuuuper legal meus parabens vc e o cara eu sou seu fan..............

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552