sexta-feira, 4 de novembro de 2011


Com o Nordeste ninguém compete
Eliane Cândido, Caroline e Samuel

O Natal do meu Nordeste
Com nem um outro se compete.
É cheio de alegria
Que aquece e traz magia.

Já de longe, no terreiro,
Sinto o cheiro da panela.
O arroz está no fogo,
Tem galinha, quentão e bolo...
Tudo muito saboroso
E com valor grandioso.

Minha árvore, minha gente,
É a mais bela do lugar.
Tem agave enfeitada
E velas a iluminar.

Não há troca de presentes
Porque dinheiro não há...
Os presentes de todos os dias
São os pais a nos abençoar.

As músicas do meu Natal
Ouço e fico a sonhar...
São hinos religiosos
Que meu pai adora cantar.

Na cidade tem novena
E pessoas a se encontrar.
O Natal chegou e é tempo
De se reencontrar.

O Natal é festa marcante;
Quem já viu pode falar.
Nós levamos para a vida
E para os outros vamos passar.

O presépio é precioso
E bem guardado estar.
Cá no meu coração,
O ano todo ficará.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552