Chegamos em Serra Talhada

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

http://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/?ui=2&ik=dd04df0b45&view=att&th=13a70adb3b4310b7&attid=0.1&disp=inline&realattid=f_h8eyu9gw0&safe=1&zw&saduie=AG9B_P9zh4o45mnhNVvDPVTAoQrS&sadet=1350559230598&sads=iL1uxBNAakflqopXL7dsJRuYiP8

    O Projeto Cordel e Repente: na caneta ou na vila a gente faz escola aporta nesta sexta-feira, dia 19 de outubro, no Museu do Cangaço, em Serra Talhada. A fundação Cultural Cabras de Lampião é a grande anfitriã e esta última etapa promete. Presenças de Alexandre Morais, Genildo Santana, Adelmo Aguiar, George Alves, Henrique Brandão, Elenilda Amaral e outros, além da vastíssimo acervo do Sebo Cultural de São José do Egito.
     Nos horários da manhã e tarde haverá oficina de poesia popular, feira e exposição de cordéis, livros, CDs, DVDs e produtos culturais. À noite, muita poesia cantada e declamada.
      O projeto é financiado pelo Ministério da Cultura através do Programa Mais Cultura e foi selecionado pelo Prêmio Patativa do Assaré de Literatura de Cordel. A entrada é franca.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552