Olha a genialidade de nosso poetas

sexta-feira, 22 de março de 2013

Chove tanto no Pará
Que inunda Tucuruí
Não chove em Ouricuri
Sertânia e Jabitacá
Todo ano Marabá
Sofre com inundação
O que não vai ao sertão
Por aqui vem com bonança
É ruim plantar esperança
Pra colher desilusão.

Aqui sobra em Santarém
Castanhal e Altamira
Porem faz falta em Tabira
Floresta e Exu também
Eu vou pedir a alguém
Lá da tribo Gavião
Para em nossa região
Dançar uma pajelança
É ruim plantar esperança
Pra colher desilusão.

 A terra esturricada
Que tem no meu Pajeú
Você não ver no Xingu
Onde a terra é encharcada
No campo não tem ossada
Como tem em Solidão
Em Sumé, em Conceição,
Lugares que a seca alcança
É ruim plantar esperança
Pra colher desilusão.

Ademar Rafael Ferreira

Uma profissão maldita
vendedores de ilusão
mentem, sempre, em profusão
falas que a gente acredita
haja conversa bonita
problemas têm solução
votamos de coração
em gente sem confiança
é ruim plantar esperança
pra colher desilusão

Otacílio Pires

São Severino dos Ramos
Enriqueceu com promessa.
Dilma promete e tropeça,
Nós, sem tropeçar, penamos.
E a seca, enquanto esperamos,
Vai minando a região
Que inda aguarda a plantação
Da semente da bonança.
É ruim plantar esperança
Pra colher desilusão.

Dedé Monteiro

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552