sexta-feira, 31 de maio de 2013

 
                           Saudade, igualmente ao tempo, 
                           Não se deixa dominar... 
                           É a lágrima da alma
                           Num constante derramar...
                           Que só para de verdade 
                           Quando o coração parar.

                              < Alexandre Morais > 


Imagem extraída de http://claudiafagundes2011.blogspot.com.br 


 

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552