Cancão e Liedo Maranhão entre os novos títulos da CEPE

quinta-feira, 27 de junho de 2013

     A Companhia Editora de Pernambuco – Cepe amplia sua coleção Acervo Pernambuco com dois volumes que reproduzem livros de Liedo Maranhão e Cancão (João Batista de Siqueira). O lançamento será no dia 6 de julho, no mercado público da Madalena, a partir das 11h, com a participação de músicos e declamação de poesia de cordel
    De Liedo Maranhão serão lançados, em edição revista e ampliada, os livros Classificação popular da literatura de cordel, Que só e Marketing dos camelôs de remédio ou O mundo da camelotagem. O prefácio é do radialista Geraldo Freire, que enfatiza que o pesquisador tem como principal característica a pesquisa de campo no meio do “povão”, num nível de convivência que lhe garante a confiança de ouvir sem filtros os diversos e saborosos “causos”.
     De Cancão foram compilados os livros Musa sertaneja (1967), Meu lugarejo (1979) e Flores do Pajeú (1969), e introduzido um novo título, Poemas inéditos, que inclui poemas como Noite Francesa e O poeta. A organização ficou por conta do poeta e pesquisador Ésio Rafael, de Sertânia, do poeta e escritor Marcos Passos, de São José do Egito, organizador da Antologia Poética Retratos do Sertão, além do escritor e pesquisador Lindoaldo Campos, autor do livro ABC da poesia – Inspirartividades com palavras e organizador de Palavras ao Plenilúnio, antologia comentada dos poemas de Cancão
     João Batista de Siqueira, o Cancão, nasceu em São José do Egito, em 1912. Considerado “deus da literatura popular”, saiu cedo da escola, o que não o impediu de ser descrito pelos críticos como uma versão popular de grandes nomes da poesia brasileira, a exemplo de Castro Alves e Cassimiro de Abreu.

     Coleção Acervo Pernambuco – Lançada em 2012, inicialmente com dez títulos, a coleção resgata do esquecimento autores que contribuíram para a formação da memória histórica e cultural de Pernambuco, apresentando-os às novas gerações de leitores. É formada por quatro selos: Palco Pernambuco, Arte Pernambucana, Letra Pernambucana e Terra Pernambucana. Os títulos lançados foram A personagem dramática, de Rubem Rocha Filho, Por um teatro do povo e da terra: Hermilo Borba Filho o Teatro do Estudante de Pernambuco, de Luiz Maurício Britto Carvalheira; Memória do Atelier Coletivo, Artistas de Pernambuco e Tratos da arte de Pernambuco, todos de José Cláudio, em um só volume; Dois Recifes, de Policarpo Feitosa; Mulheres e rosas, Vida e sonho e De monóculo, de Austro-Costa; Paisagens do Nordeste em Pernambuco e Paraíba, de Mário Lacerda de Melo; A Guerra dos Mascates como afirmação nacionalista, de Mário Melo; e Moxotó brabo, Três ribeiras e Um sertanejo e o sertão, todos de Ulysses Lins de Albuquerque.



 

Mais informações com Liedo Maranhão: 3429.0835 e Marcos Passos: 9830.9416 / 8616.3393

Preço dos livros: R$ 15,00



Companhia Editora de Pernambuco – CEPE.
Rua Coelho Leite, 530 – Santo Amaro – Recife – PE. 
CEP: 50100-140 PABX: (81) 3183.2700.

Acesse o site: editora.cepe.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552