A corrente do bem

sábado, 6 de julho de 2013

     Veja as coisas como são!

   Primeiro Belinha fez um primor de cordel e batizou de Carta a Tião. Depois recitou este danado na Mesa de Glosas de Tabira em 2011. Eu ouvi, pedi, ganhei e, claro, me encantei.
    Segundo eu me atrevi a ser Tião e fiz o poema Respostando pra Mariazinha, o que ganhou de cara a aprovação de Belinha e de outras feras-amigas-poetas. Saí declamando por aí.
   Terceiro o Sesc me convida para mais uma Jornada Literária e lá fui eu pra Sertânia, ano passado. Entre outras, recitei o quê? Respostando pra Mariazinha. Quem tava na plateia e se disse encantada? Luzilá Gonçalves Ferreira, referência pernambucana na arte de fazer arte.
   Quarto Luzilá achou de publicar um comentário e um trecho do poema na coluna que assina às terças-feiras, no Diário de Pernambuco e tem o ótimo título de Letras às Terças. Quem primeiro viu e passou a notícia foi Carlinhos, um advogado amigo e admirador de nossa poesia. Tá todo mundo radiante por aqui.
   Quinto eu uso o espaço pra agradecer a Luzilá e todo mundo que compôs essa corrente do bem.
     E sexto segue aí abaixo a publicação do Diário e o poema na íntegra.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552