Não se brinca com matuto

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

      Essa, dizem, que aconteceu no gabinete de um prefeito de uma cidade do interior de Pernambuco. O ano não se sabe. Mas não foi em tempo de gente viva, não. Bora ver como foi:

        O caboco entrou no gabinete do prefeito a passos lentos, amassando um bonezim surrado pelo tempo. Senta de frente pro prefeito e diz com a voz baixa de matuto pedindo as coisas:
      - É que eu tô construindo uma casinha e vim aqui pra mode o senhor arrumar uns três saco de cimento pra eu.
      O prefeito com a mão no queixo e já prevendo o que ia escutar, respondeu em cima do bucha:
       - Olhe, moço! Eu tenho 12 casas nessa cidade e nunca pedi um saco de cimento a ninguem!
      O matuto, simples e natural como ele só, tambem foi em cima da bucha e referindo-se à prefeitura disse:
     - Ah, doutor, eu com uma bichinha dessa na mão, eu tambem num pedia, não.

      Dali em diante se ouviu um tapa na mesa, o prefeito gritar "O quê, seu cabra!" e passarem os dois correndo pelo corredor em direção à porta de saída.
     Como o matuto era corredor, deixou o prefeito pra trás e essa história pra gente rir.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552