A seca

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014



A chuva ainda não veio
E fevereiro já é
Assim quem tá esperando
Vai diminuindo a fé
Mas ainda se confia
No dia de São José

Um dia vai, outro vem
E o sertanejo acredita
Lembranças de antigamente
Uma paisagem bonita
Olhando para o nascente
Reza, chora, pede e grita

Hoje eu quero pedir
A Deus, nosso salvador
Mande chuva pra sertão
Pra pobre, rico e doutor
Basta ter fertilidade
Igual à capacidade
De versos do formador

Nesta tarde ensolarada
Lembranças do inverno vem
Espero a chuva chegar
Para alegria de alguém
E sanar tamanha dor
Nunca vi tanto clamor
Daqueles que menos tem

A seca por sua vez
Assola o nosso sertão
E sonhamos com a chuva
Pra salvar a criação

A cada dia que passa
O sol queima nosso chão
E o podo se preocupa
Sem encontrar solução

A cada dia uma prece
Faço a Deus uma oração
Peço água em abundância
Para a nossa plantação

A chuva quando aparece
Traz alegria e amor
E todo mundo se anima
Pela graça do Senhor

Nós precisamos de chuva
Como do nosso alimento
Tudo é presente de Deus
Tudo é nosso sustento

Ao olhar a terra seca
Pedimos força ao Senhor
Mande a chuva abençoada
Para o sertão sofredor

Precisamos de esperança
Pois a chuva vai chegar
E com muita alegria
Vamos juntos festejar

< Aparecida Silva, Rosineide Pereira, Luciene Nogueira, Vanderlea Sena, Maria José Vitorino, Joseana Oliveira, Marinaide Ferreira e Geraldo Souza >

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 
 
Template modificado por WMF-Mídia Design | (87) 9918-2640 / 9620-2552