quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022

Genildo Santana - Um dia a gente morre

fevereiro 02, 2022 Por Alexandre Morais Sem comentários


 Versos de Genildo Santana (foto) em tema de Lara Sayão


Perde-se a vida ao se ter
Uma vida só de queixa,
Quando um dia a gente deixa
De, nessa vida, viver.
Entre viver e morrer
Há uma grande distinção,
Tem muita gente que não
Tá vivendo, pois só corre,
UM DIA A GENTE MORRE
MAS EM TODOS OUTROS, NÃO!
A vida é um caso sério,
Tenho plena consciência
Que a nossa existência
É realmente um mistério,
Sem querer ser deletério,
Vida envolve Paixão,
Poesia, música, canção,
Farra, festa, samba, porre!
UM DIA A GENTE MORRE
MAS EM TODOS OUTROS, NÃO!
Viver com intensidade
As paixões, o amor ao mundo,
Transformar cada segundo
Em uma eternidade,
A vida envolve saudade
De tempos que longe vão,
Guardados no coração
E a saudade nos socorre,
UM DIA A GENTE MORRE
MAS EM TODOS OUTROS, NÃO!
Tem gente que continua,
Que goste ou que não goste,
Vivendo tal qual um poste
Só que andando na rua,
A vida se perpetua
Em nossa viva explosão
De Amor e de Paixão
Pra quem a eles recorre,
UM DIA A GENTE MORRE
MAS EM TODOS OUTROS, NÃO!
Vida boa tem que tá
Com Potência e Energia,
Estamos certos que um dia
A morte nos vencerá,
Mas até chegarmos lá,
Vamos viver com Paixão,
Pois sem ela é tudo em vão
E a vida de nós escorre
UM DIA A GENTE MORRE
MAS EM TODOS OUTROS, NÃO!

0 comentários:

Postar um comentário